Causa espanto a proposta da Prefeitura Municipal de Porto Alegre e Governo do Estado permitirem a construção de edifícios residenciais e de lojas e comércio em algumas atuais docas do atual Cais Mauá, no centro da cidade. Afinal, qual empreendedor investiria milhões de reais na construção de edifícios que poderiam ser inundados pelas águas do rio Guaíba?

O rio Guaíba encostando na cidade de Porto Alegre. Registro de 2007. Autor: João Batista Santafé Aguiar

O projeto que está sendo discutido em Porto Alegre prevê a retirada do ‘muro da Mauá’ e sua substituição por um sistema de contenção diferente, nas próprias águas do Guaíba.

Pauta:

— Investigar alternativas técnicas para o muro do Guaíba?

— Como seria a interligação destas barreiras contra a inundação com o restante do dique que tem muitos quilômetros de extensão?

Sugestão de fonte

— Professores e técnicos do IPH – Instituto de Pesquisas Hidráulicas da UFRGS. O próprio Reitor da UFRGS, professor Carlos Bulhões, tem origem no IPH.

Relatos de Vivências em Tribos Indígenas: painel hoje a noite em Porto Alegre

O Coletivo A Cidade Que Queremos realiza hoje o painel ‘RELATO DE VIVÊNCIAS EM TRIBOS INDÍGENAS”. Será nesta segunda-feira, 4/9/2017, no Clube de Cultura, 18h30min, em Porto Alegre.

Excelente oportunidade para o início de uma grande reportagem sobre o tema porque poderão ser contactadas várias pessoas que estiveram recentemente em meio aos índios. Ana Maria Barros Pinto e Doraci Engel, jornalistas, por exemplo, estiveram recentemente no Xingu.

Captura de Tela 2017-09-04 às 09.13.24